italy-4090933_1280

10 Curiosidades sobre Cinque Terre

Há muitas curiosidades sobre Cinque Terre, esse pedaço de Itália que tem um charme único. Quem não reconhece as famosas casinhas coloridas às margens de um penhasco com vista para o mar? La dolce vita em sua forma mais pura.

Aqui estão 10 curiosidades sobre Cinque Terre, um dos maiores cartões postais da Itália.

  1. Não é um só lugar
  2. É um parque nacional tombado pela Unesco
  3. É um lugar muito turístico
  4. Podem ser visitadas em apenas um dia
  5. Nem todas são banhadas pelo mar
  6. Não é possível visitá-las de carro
  7. Hiking entre os vilarejos
  8. Também é possível visitá-las de trem ou de barco
  9. Tem águas especiais
  10. Produzem vinhos muito especiais

1. Cinque Terre não é um só lugar

mapa das cinque terre

Muitas pessoas cometem o erro de achar que as Cinque Terre são um único lugar, mas não são! Trata-se de um grupo de cinco vilas (as cinco terras) no litoral da Região Ligúria, no norte da Itália.

Fazem parte das Cinque Terre os vilarejos de Vernazza, Monterosso al Mare, Corniglia, Riomaggiore e Manarola.

2. É um Parque Nacional tombado pela Unesco

Passeios em Cinque Terre

As Cinque Terre não são apenas um grupo de vilarejos, mas também compõem um Parque Nacional — o Parco Nazionale delle Cinque Terre —, que tem a finalidade de ajudar a preservar e proteger a área. Por isso, é necessário adquirir um passe de um dia para visitar esses vilarejos.

Desde 1997 as Cinque Terre também são um Patrimônio Mundial da Humanidade da UNESCO.

3. É um lugar muito turístico

curiosidades sobre cinque terre

Somente até cerca de 20 anos atrás, as Cinque Terre eram um paraíso calmo e tranquilo, mas nas últimas duas décadas a situação mudou completamente e todos os anos os vilarejos são metas de milhares de viajantes, sobretudo entre abril e outubro.

A população residente das cinco cidadezinhas é de apenas 4.000 pessoas, mas estima-se que cerca de 2,5 milhões de viajantes visitem anualmente a localidade. É também graças à Internet e às redes sociais que as Cinque Terre se tornaram tão populares, afinal as magníficas imagens que circulam são extremamente convidativas.

No entanto, tanta popularidade tem seu lado negativo. O resultado, especialmente quando os excursionistas chegam, é que trens e plataformas podem ser tomados por uma multidão, a icônica trilha costeira se torna quase intransitável e até caminhas pelas ruelas das cidades vira um pesadelo. Assim, para proteger um lugar tão delicado, chegou-se a limitar o número de visitantes em alguns vilarejos

4. Podem ser visitadas em apenas um dia

chique terre

Como os vilarejos das Cinque Terre são muito pequenininhos, é possível visitá-los em um dia. Tanto que é muito comum fazer um tour a partir de Florença, por exemplo, ou de Gênova, para visitar as terras em um dia. É um pouco puxado e é necessário caminhar bastante, mas é possível.

No entanto, caso queira aproveitar tudo com calma, fazer passeios de barco, mergulhar, vale a pena se hospedar em uma das terras ou em uma outra cidade próxima, como Levanto ou La Spezia, e ficar mais um dia.

5. Nem todas são banhadas pelo mar

Corniglia
Corniglia

Uma das curiosidades sobre Cinque Terre é que, apesar do mar maravilhoso que vemos nas imagens do lugar, somente quatro das cinco terras tem praias. A excessão fica por conta de Corniglia, que  fica no alto de um penhasco, mas que tem uma vista espetacular.

6. Não é possível visitá-las de carro

cinque terre

Se você achou que poderia alugar um carro para visitar confortavelmente as Cinque Terre, esqueça isso! É proibida a circulação de veículos nos cinco vilarejos. Quem insiste em ir de carro paga bem caro para estacionar nos arredores das cidadezinhas.

A quem está de passagem e não pode abrir mão do veículo, aconselha-se deixar o carro em um estacionamento de La Spezia e de lá seguir de trem ou de barco (veja o ponto 8 a seguir).

7. Hiking entre os vilarejos

Rota do Amor Cinque Terre

A maioria das pessoas viaja para Cinque Terre por causa das trilhas entre os vilarejos. Como existem 5, há 4 trilhas entre elas. Mas não espere caminhar de uma vila para outra. No momento, dois em cada quatro trechos estão fechados e você não pode caminhar com eles.

Atualmente só é possível caminhar de Monterosso a Vernazza e de Vernazza a Corniglia. As trilhas Corniglia-Manarola e Manarola-Riomaggiore estão fechadas. Estas duas últimas compõem a chamada Via dell’Amore.

Quando as trilhas serão reabertas, não se sabe. Você poderá encontrar as informações mais recentes sobre a situação das trilhas no site do Parque Nacional de Cinque Terre.

 

8. Também é possível visitá-las de trem ou de barco

Se a caminhada não é a sua praia, não se preocupe porque é possível se locomover entre as aldeias de Cinque Terre de trem. Em cada um dos vilarejos há uma estação ferroviária e você poderá ir de um lugar para outro utilizando o trem Cinque Terre Express, o qual faz a linha Levanto – La Spezia e inclui as cinco terras. Para isso, basta adquirir o passe Cinque Terre Treno MS card, é muito conveniente.

Como alternativa, entre 1º de abril e 1º de novembro, quando o tempo está bom, também é possível ir de uma para outra (exceto para Corniglia, claro) de barco. Esta é uma maneira pitoresca de se locomover e ainda admirar as melhores vistas!

9. Cinque Terre e suas águas especiais

Não, não estou falando apenas da beleza do mar, embora ele seja lindo! Na verdade, há algo na água em Cinque Terre. Existe um bioma único nas baías protegidas das aldeias que é benéfico para a vida marinha. Como tal, a área possui excelentes peixes e frutos do mar.

De fato, ela é utiliza inclusive em alguns medicamentos e cosméticos. A água do Parque Marinho Cinque Terre foi reconhecida como a água bacteriologicamente mais pura da Itália, com um alto grau de oxigenação e uma grande riqueza de sais minerais e oligoelementos.

10. Produzem vinhos muito especiais

Em Cinque Terre, as vinhas crescem nas encostas das montanhas. É por isso que vemos terraços altamente cultivados por lá. Os terraços são apoiados por muros de contenção feitos de pedra. Agora vocês podem imaginar o quanto pode ser difícil cultivar nessas encostas? É por isso que os vinhos são muito especiais e os viticultores verdadeiros heróis (não por nada são apelidados de “viticultores heróicos”).

A produção de vinho na região remonta ao tempo dos romanos e, embora historicamente produza vinho como uma mercadoria básica, a região desenvolveu uma reputação de vinhos brancos de qualidade. De fato, eles levam o selo DOC desde 1973. Hoje, a região é mais conhecida por dois vinhos brancos, o Cinque Terre Doc e o Sciacchetrà.

O Cinque Terre é um vinho branco seco e fresco, encontrado em todos os cinco vilarejos e normalmente produzido com duas a três castas: bosco, albarola e às vezes vermentino.

O Sciacchetrà é uma exclusividade das Cinque Terre. As uvas colhidas são colocadas ao sol para secar por pelo menos 40 dias para concentrar os açúcares e a essência da uva, e então fermentadas lentamente. O resultado é um vinho doce de cor âmbar com sabores de mel, damasco seco e avelã. Servido com sobremesa ou queijos fortes, o Sciacchetrà é uma jóia única das Cinque Terre.

Você conhecia essas curiosidades sobre Cinque Terre? Tem mais para nos contar?

Veja mais curiosidades:

Gostou? Então compartilha!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.